quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Quedas




É possível haja você caído
em profundo desânimo, por estar sofrendo:
. a falta de alguém;
. a incompreensão de amigos;
. o conflito de idéias;
. acusações indébitas;
. desajustes no trabalho;
. dívidas agravadas;
. prejuízo nos negócios;
. doenças no próprio corpo;
. moléstias na família;
. complexos de culpa;
. reprovações e críticas;
. sensações de abandono;
. lutas e desafetos;
. deserções de entes caros;
. e obsessões ocultas...

Seja qual for, porém, a sua prova em si,

erga a própria cabeça, ponha os olhos no Alto

e retome a tarefa em que deva servir,

confiando-se a Deus, porque Deus proverá

e em Deus qualquer problema achará solução.

Chico Xavier / André Luiz (espírito)

Nem sempre nossa vida segue tranquila.
Estamos num mundo de provas e expiações.
Assim sendo, é natural que dificuldades surjam.
Todos nós, sem exceção, temos nosso quinhão de problemas.

Quando este momentos surgirem,
lembre-se sempre que Deus está no comando.
Confie, faça sua parte , ore e espere.
Porque, vencida dificuldade, com certeza
nos tornaremos mais fortes e sábios.
Que você seja abençoado e aconchegado
pelo Manto de Amor do Pai Celestial.

Promessas


Promessas. Todos nós fazemos promessas. E todos nós as quebramos.

Uma promessa é qualquer compromisso que assumimos sobre alguma coisa que queiramos realizar. Podemos prometer não ser reativos, ou alimentar os sem teto ou mudar de carreira – qualquer coisa.

“Essa semana vou parar de fumar”. “Hoje, vou começar minha dieta”. “A partir de amanhã, vou separar um tempo para trabalho voluntário”.

Você sabe o que acontece espiritualmente quando fazemos uma promessa? O Criador quer nos dar a capacidade de tornar realidade qualquer promessa que tenhamos feito; dessa forma, Ele nos preenche com a quantidade de Luz certa e necessária para cumprirmos aquela promessa.

Você sabe aquele sentimento gostoso que você tem quando toma uma decisão? Você se sente bem, porque quando faz uma promessa cria um receptor e recebe Luz. O entusiasmo que sentimos é a Luz.

Infelizmente, muitas vezes mudamos de ideia e não cumprimos nossas promessas. É da natureza humana encontrar motivos para não fazer algo bom e, inversamente, encontrar todos os motivos para fazer uma coisa ruim. Por isso um mau hábito é mais fácil de ser desenvolvido do que um bom hábito. Vamos ser honestos, é mais fácil desenvolver um vício com relação a chocolate e cigarro do que a saúde e exercício.

Então, qual o problema de se quebrar uma promessa?

Se obtemos Luz ao fazer uma promessa e depois não a levamos adiante, a Luz que recebemos tem que ir embora. E quando essa Luz se retrai, não sabemos de onde ela será removida. Assim, se recebemos Luz para iniciar um relacionamento e depois nos afastamos, a Luz não se retrai daquela área necessariamente. Ela pode ser removida de outra área da nossa vida.

Faça uma promessa que você possa cumprir esta semana. Esteja presente 100% para o outro. Seja incansável. Complete o trabalho.

Tudo o que você tem que fazer é começar, e o resto virá naturalmente.

Senhor, fica comigo !!!!!


Senhor, fica comigo durante este dia, e guia os meus pensamentos e os meus desejos, as minhas ações e os meus projetos.

Guia os meus passos para que caminhem ligeiros ao encontro dos cansados e desanimados.

Guia as minhas mãos para que aconpanhem aqueles que se perderamno caminho.

Abre meus braços, para que eu possa abraçar aos que se sentem só e sem esperanças.

Ilumina meus olhos e torna os meus ouvidos atentos ao clamor de meus irmãos.

Oferece-me um coração terno, capaz de amar sem distinção.

Pai Nosso, Mãe Divina, deposito nas Vossas proteções o meu descanso e o de todos os meus entes queridos e meus amigos.

Coloco em Tuas mãos a nossa Terra, as nossas cidades, o nosso mundo tão retalhado pela violência, pelas catástrofes, pelas guerras e pelas injustiças ...

Ilumina Senhor, a mente e o coração dos poderosos do planeta Terra.

Que eu sempre possa, com a Tua Graça, abrir as mãos para partilhar o que sou e o que tenho e com a Tua ajuda possa ver aparecer a aurora de um mundo novo.

Obrigada, Senhor !!!!!

Mudanças de atitudes

Tenho certeza que está breve o início de novas atitudes nossa.
Devemos iniciar logo ou então ficaremos prá trás.

Vejam o vídeo que uma empresa lançou aos seus funcionários.
Temos que agir imediatamente.Temos que tomar atitudes.
Vamos nos unir e melhorar e devemos começar por nós mesmos.
Não podemos tentar mudar o nosso próximo, devemos mudar a nós mesmos e aí o TODO sempre conspira ao nosso favor.
Beijos, video

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Arrisque-se



Mario Meir

Neste tempo de ano novo renovam-se as esperanças e a expectativa de que “neste ano as coisas serão bem diferentes”. Mas o que está por vir a ser, na maior parte das vezes é apenas uma reprodução sistemática do que sempre foi. Essa é nossa tendência ao descanso.

Mas o furor de esperanças renovadas não costuma passar de janeiro. Isso nor...malmente se repete a cada ano, quase sempre da mesma forma. Acreditamos inaugurar uma “mudança legítima” por termos começado o ano com o “pé direito”. Mas o pé, geralmente se destina a cumprir o mesmo caminho e ir na mesma direção. Somos escravos da repetição disfarçada de transformação.

A verdade é que normalmente eu não inaugura nada de novo. Estamos sempre sendo.

Mas, o primeiro momento é sempre o futuro (projeção). O homem é sempre projetado para um possível. E este estar voltado para o futuro é o começo de tudo. O que destina o destino é o que tem sido.

Mas essa é a grande dificuldade do mundo moderno. O homem moderno pensa a existência como sendo algo atual. Mas o “atual” nunca existe. Tudo o que existe é um algo projetado.

Esse é um dos grandes mistérios do nome do Sagrado. Para os neviim, o nome Yihavehá poderia ser traduzido por “Serei”. Essa é a onipotência do vir à ser. Somos criados pelo “vir à ser”, permanente, eterno.

Nós somos sempre um ser projetado, e é isso que me permite mudar. Só nos tornamos capazes de mudar quando mudamos o nosso “projetado”. E eu só mudo o meu projetado quando mudo o que venho sendo. Isso não se dá de forma instantânea e nem é ativado por um estalo enigmático. Isso não é ditado pelo atual. É fruto de tempo e serenidade.

Espiritualidade é isso, uma retomada de lucidez quanto ao seu “projetado”, o seu “vir à ser”. Espiritualidade não é “chave para felicidade” ou “caminho para o sucesso”. Espiritualidade arriscar-se em outro campo “projetado” da existência, é um projeto de vida. E a única coisa que esse projeto de vida pode lhe conceder é liberdade.

Arrisque-se!

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Dia de Reis


Os Três Reis Magos, ou simplesmente Reis Magos ou Magos (em grego: μάγοι, transl. magoi), na tradição cristã, são personagens que teriam visitado Jesus logo após o seu nascimento, trazendo-lhe presentes. Foram mencionados apenas no Evangelho segundo Mateus,onde se afirma que teriam vindo "do leste" para venerar o Cristo, "nascido Rei dos Judeus". Como três presentes foram registrados, diz-se tradicionalmente que tenham sido três, embora Mateus não tenha especificado seu número.São figuras constantes em relatos do natividade e nas comemorações do Natal.


Belchior(também Melchior ou Melquior), Baltasar e Gaspar, não seriam reis nem necessariamente três mas sim, talvez, sacerdotes da religião zoroástrica da Pérsia ou conselheiros. Como não diz quantos eram, diz-se três pela quantia dos presentes oferecidos.

Talvez fossem astrólogos ou astrônomos, pois, segundo consta, viram uma estrela e foram, por isso, até a região onde nascera Jesus, dito o Cristo. Assim os magos sabendo que se tratava do nascimento de um rei, foram ao palácio do cruel rei Herodes em Jerusalém na Judéia. Perguntaram eles ao rei sobre a criança. Este disse nada saber. Herodes alarmou-se e sentiu-se ameaçado, e pediu aos magos que, se o encontrassem, falassem a ele, pois iria adorá-lo também, embora suas intenções fossem a de matá-lo. Até que os magos chegassem ao local onde estava o menino, já havia se passado algum tempo, por causa da distância percorridas, assim a tradição atribuiu à visitação dos Magos o dia 6 de janeiro.

A estrela, conta o evangelho, os precedia e parou por sobre onde estava o menino Jesus. "E vendo a estrela, alegraram-se eles com grande e intenso júbilo" (Mt 2, 10). "Os Magos ofereceram três presentes ao menino Jesus: ouro, incenso e mirra, cujo significado e simbolismo espiritual é, juntamente com a própria visitação dos magos, ser um resumo do evangelho e da fé cristã, embora existam outras especulações respeito do significado das dádivas dadas por eles. O ouro pode representa a realeza (além providência divina para sua futura fuga ao Egito, quando Herodes mandaria matar todos os meninos até dois anos de idade de Belém). O incenso pode representar a fé, pois o incenso é usado nos templos para simbolizar a oração que chega a Deus assim como a fumaça sobe ao céu (Salmos 141:2). A mirra, resina antiséptica usada em embalsamamentos desde o Egito antigo, nos remete ao gênero da morte de Jesus, o martírio, sendo que um composto de mirra e aloés foi usado no embalsamamento de Jesus (João 19: 39 e 40), sendo que estudos no Sudário de Turim encontraram estes produtos.



"Entrando na casa, viram o menino (Jesus), com Maria sua mãe. Prostando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra." (Mt 2, 11).

"Sendo por divina advertência prevenidos em sonho a não voltarem à presença de Herodes, regressaram por outro caminho a sua terra" (Mt 2, 12). Nada mais a Escritura diz sobre essa história cheia de poesia, não havendo também quaisquer outros documentos históricos sobre eles.

Devemos aos Magos a tradição de trocar presentes no Natal. Dos seus presentes dos Magos surgiu essa tradição em celebração do nascimento de Jesus. Em diversos países a principal troca de presentes é feita não no Natal, mas no dia 6 de janeiro, e os pais muitas vezes se fantasiam de reis magos.

A melhor descrição dos reis magos foi feita por São Beda, o Venerável (673-735), que no seu tratado “Excerpta et Colletanea” assim relata: “Melquior era velho de setenta anos, de cabelos e barbas brancas, tendo partido de Ur, terra dos Caldeus. Gaspar era moço, de vinte anos, robusto e partira de uma distante região montanhosa, perto do Mar Cáspio. E Baltasar era mouro, de barba cerrada e com quarenta anos, partira do Golfo Pérsico, na Arábia Feliz”.

Quanto a seus nomes, Gaspar significa “Aquele que vai inspecionar”, Melquior quer dizer: “Meu Rei é Luz”, e Baltasar se traduz por “Deus manifesta o Rei”.

Como se pretendia dizer que representavam os reis de todo o mundo, representando as três raças humanas existentes, em idades diferentes. Assim, Melquior entregou-Lhe ouro em reconhecimento da realeza; Gaspar, incenso em reconhecimento da divindade; e Baltasar, mirra em reconhecimento da humanidade.

A exegese vê na chegada dos reis magos o cumprimento a profecia contida no livro dos Salmos (Sl. 71, 11): “Os reis de toda a terra hão de adorá-Lo”.
Os três Reis Magos adorando o Menino Jesus.




Na antigüidade, o ouro era um presente para um rei, o olíbano (incenso) para um sacerdote, representando a espiritualidade e a mirra, para um profeta (a mirra era usada para embalsamar corpos e, simbolicamente, representava a imortalidade).

Durante a Idade Média começa a devoção dos Reis Magos (e que são "baptizados"), tendo as suas relíquias sido transladadas no séc. VI desde Constantinopla (Istambul) até Milão. Em 1164, com os três já a serem venerados como santos, estas foram colocadas na catedral de Colônia, em Colônia (Alemanha), onde ainda se encontram.

Em várias partes do mundo, há festas e celebrações em honra aos Magos. Com o nome de Festa de Santos Reis há importantes manifestações culturais e folclóricas no Brasil.
Diferentes opiniões quanto a quando o menino Jesus foi visitado

A tradicional crença de que Jesus foi visitado quando do seu nascimento não é consensual entre todas as pessoas. Há pessoas que acreditam que Jesus já possuia uma certa idade. Segundo seus defensores há quatro linhas de evidência para acreditar que Jesus já não era mais um bebé quando recebeu a visita: a tradução para o texto de Mat. 2.11 usa a expressão "uma criancinha", "um menino", e não um bebê em diversas traduções de respeito, como a Almeida; Mat 2.11 também cita que quando Jesus foi encontrado estava em uma casa e não em uma manjedoura; o fato de Herodes mandar matar as crianças de até dois anos e, por último, o fato de Maria ter dado apenas dois pássaros no templo como contribuição pelo nascimento do menino, o que a identificava como muito pobre, e não parte dos presentes que supostamente já teria ganho, já que na visita ela, através de seu filho, ganhou ouro e outros ítens valiosos.

O Dia de Reis, segundo a tradição cristã, seria aquele em que Jesus Cristo recém-nascido recebera a visita de "alguns magos do Oriente" que, segundo o hagiológio, foram três Reis Magos, e que ocorrera no dia 6 de janeiro. A noite do dia 5 de janeiro e madrugada do dia 6 é conhecida como "Noite de Reis".

Histórico

A data marca, para os católicos, o dia para a veneração aos Reis Magos, que a tradição surgida no século VIII converteu nos santos Belchior, Gaspar e Baltazar. Nesta data, ainda, encerram-se para os católicos os festejos natalícios - sendo o dia em que são desarmados os presépios e por conseguinte são retirados todos os enfeites natalícios.

Tradições

Em alguns países, como Espanha, é estimulada entre as crianças a tradição de se deixar sapatos na janela com capim (erva) antes de dormir para que os camelos dos Reis Magos possam se alimentar e retomar viagem. Em troca os Reis magos deixariam doces que as crianças encontram no lugar do capim após acordar. A tradição também consiste em comer Bolo-Rei, no interior do qual se encontra uma fava e um brinde escondidos. A pessoa que encontra a fava deve "pagar" o Bolo-Rei no ano seguinte. Em frança come-se "Buché a la Renne" onde também encontram um brinde no seu interior e a buché também costuma trazer uma coroa, quem encontrar o brinde será rei e será coroado. Feliz dia de Reis -- Em Portugal e também em outros paises as pessoas que moram em pequenas terras costumam ir cantar os reis de porta em porta, as pessoas dão-lhes goluseimas e chouriças etc... No Brasil esta tradição é comemorada com festas onde é servido doces e comidas típicas das regiões. Há ainda festivais com Companhias de Reis (grupo de músicos e dançarinos) que cantam músicas referentes ao evento.

domingo, 2 de janeiro de 2011

Novo Amanhecer





Dia novo, oportunidade renovada.

Cada amanhecer representa divina concessão

que não podes nem deves desconsiderar.

Mantém, portanto, atitude positiva

em relação aos acontecimentos que devem ser enfrentados;

otimismo diante das ocorrências que surgirão;

coragem no confronto das lutas naturais;

recomeço de tarefa interrompida;

ocasião de realizar o programa planejado.

Cada amanhecer é convite sereno

à conquista de valores que parecem inalcançáveis.

À medida que o dia avança, aproveita os minutos,

sem pressa nem postergação do dever.



Divaldo Pereira Franco – Joanna de Ângelis (espírito)

Ano Novo... oportunidade renovada.
Mais um ano abençoado que teremos pela frente,
e que nos convida à reflexão, à mudança,
à conquista de novos valores mais benéficos, mais produtivos.
A cada manhã nasce, com ela, a chance do primeiro passo
em direção a novos rumos mais gratificantes, que nos acrescentam
e ampliam, tansformando-nos em seres humanos melhores e mais felizes.

Pois que, neste novo ano que se inicia, você possa amar-se muito e,
em se amando, você passe a envolver aqueles ao redor
com as mesmas energias deste amor que suaviza, embeleza e fortalece.

Seja o seu um muito feliz 2011. E que todas as boas sementes plantadas
ao longo deste ano frutifiquem a cem por um. E que elas continuem
a dar frutos ao longo de 2012, 2013, 2014...